A Fina Arte De Fotos

Vídeo para a disciplina de revisar

O exemplo da produção sem resíduos na metalurgia ferrosa é a redução direta modo de receber o ferro em Oskol Electric Steel Works com base nos minérios de ferro de primeira qualidade KMA. A aplicação da redução direta (beskoksovy) tecnologia de receber o aço proveu as empresas domésticas da produção metalúrgica de alta qualidade de um número de anos. Ao mesmo tempo tal tecnologia é mais progressiva como realmente menos prejudica o ambiente circundante.

Cada tipo de resíduos de thermolayers processa-se em parâmetros estritamente certos que provêm da sua natureza química e física e propriedades. Todo o equipamento do processamento seleciona-se especificamente provindo de volumes de processamento de TPO e tipo de tais resíduos.

Aqui é necessário acentuar que só TPO de materiais sintéticos termoplásticos, isto é materiais que abaixo da influência da propriedade de lucro de temperatura da plasticidade podem submeter-se ao processamento secundário e podem formar-se em vários produtos. Thermoreactive materiais sintéticos e segundo o TPO deles não pode passar repetidamente em um estado plástico em um tipo da sua natureza química. No entanto tais resíduos de materiais thermoreactive também podem expor-se ao processamento físico ou químico com a recepção de produtos de mercadorias úteis. Em detalhes o classificaremos no material subsequente.

Além disso, a polpa de madeira despedaçada de TPO pode ir para receber papelões inferiores de madeira (papelão inferior). A recepção de um papelão inferior faz-se pela prensagem quente de madeira que faz a barba com a substância obrigatória como que arremesso de mochevichno-formaldeído pode atuar. Os papelões inferiores podem usar-se com muitos objetivos. A recepção de um papelão inferior faz-se por prensagem chata ou extrusão, isto é a expressão da composição (polpa de madeira + arremessos de um extruder especial (a expressão do peso por uma cabeça extrusiva (morrem). Além dele é possível de receber a madeira e a plasticidade em camadas com base em resíduos de madeira. Este material resulta a prensagem quente do intervalo de interlinha de madeira emprenhado por arremessos de thermoreactive sintéticos (por exemplo, phenol arremesso de formaldeído). Além disso, de resíduos de madeira é possível produzir tábuas de fibra (DVP). Com esta finalidade a madeira esmaga-se a uma condição da fibra fina. Há dois modos de receber DVP:

Para a produção de fundição o movimento simultâneo de um grande montante de metal, a areia e os materiais auxiliares são característicos. Uma etapa importante da produção de fundição é a regeneração das misturas de formação cumpridas. Esta regeneração inclui as seguintes etapas do processo tecnológico: